14 de fev de 2012

Passo-a-passo pompom do Elmo

O truque dos pompons é coisa antiga na internet e um super aliado na hora de decorar festas. Ano passado, na festa de 2 anos da minha filha, fiz a versão grande, em tons de azul. Ficaram lindos! Este ano, achei que um mini-pompom vermelho poderia se transformar em Elmo, o tema da festa. Ok, teve gente que disse que mais parecia um passarinho, mas achei A CARA do Elmo! =)

Para agilizar o trabalho e facilitar a vida das crianças (e dos pais participantes) já deixei tudo separadinho. Grampeei as folhas de papel de seda, deixei olhos desenhados e o nariz também - cada qual em sua lata. Cola, tesoura e barbante ficaram à disposição.

Pompom do Elmo
O que usar:
- seis folhas de papel de seda (dividi as folhas em 4 partes);
- cartolina branca e laranja;
- 1 pedaço de barbante;
- cola e tesoura.
1. Dobre as folhas de papel de seda no sentido do comprimento, como se fosse um leque. Dobre ao meio e amarre um pedaço de barbante. Recorte os olhos e o nariz e cole a pontinha do nariz nos olhos.
2. Com a tesoura, arredonde a pontinha do leque - e retire o grampo. Com cuidado, vá abrindo as folhas de papel de seda de um lado e, depois, do outro.
3. Abra o outro lado. Segure no fio de barbante para encontrar o lugar ideal para colar os olhos e o nariz do Elmo. Está pronto. Fala sério, nem Mister Maker faria um Elmo tão simpático!
Acima, o bandinho de Elmo abandonado em casa.

13 de fev de 2012

Fábrica de Elmo

Festa de criança com chuva, indicava a previsão do tempo. E aí, o que fazer com mais de 20 crianças dentro de casa? A saída foi pensar em uma mesa de atividades, para as crianças pintarem, recortarem e colarem. 

Dois cavaletes, dois bancos e uma porta foram a salvação para distrair as crianças - ou pelo menos parte delas. Sobre a mesa, coloquei muitos lápis de cor, giz de cera e tinta de dedo (retiradas após alertas de amigas, dizendo que eu era muito ousada e minhas paredes e sofás corriam riscos). 

Lorena está em uma fase de tesoura - aliás, este foi um dos presentes que ela pediu para o Papai Noel. Por isso, coloquei uma latinha com umas sete tesouras (sem ponta) à disposição e um tubo de cola branca. Na internet, imprimi seis opções de desenhos do Elmo, o tema da festa. Alguns deles podiam ser transformados em máscara e outro tinha "roupas" para serem coladas por cima. 

Também inventei uma "oficina" mambembe para fazer pompons de Elmo (passo-a-passo aqui). Muitas crianças fizeram e levaram seu Elmo embora.

Não choveu (meu santo é forte), mas as crianças passaram boa parte do tempo na mesa e colando suas obras de arte na escada de casa. 
No dia seguinte, como sobraram muitos desenhos (com o medo da chuva, me descontrolei e imprimi mais de 100!), fiz kits para alguns amigos com folhas para pintar e o kit pompom do Elmo, para eles fazerem em casa. Achei que ficou simpático o canudinho e que ele podia até ter sido a lembrancinha da festa.

12 de fev de 2012

Festa Mundo de Elmo - 3 anos da Lorena

"Lá-lá-lá-lá, lá-lá-lá-lá, o Mundo de Elmo. Eu amo a Dorothy, desenhar também. É o Mundo de Elmo!". Já faz algum tempo que sou familiarizada com Elmo, Dorothy, Mister Nunes e cia. O DVD do Mundo de Elmo foi o primeiro que a Lorena se interessou. Confesso que é bem cansativo, mas ela adora. Por isso, nos seus três anos, decidi fazer a festa do Elmo - talvez a última com tema de criancinha que ela vai ter.
Para Lola, Elmo tem outro codinome: Papapá, uma versão do "Lá-lá-lá" da música do DVD. Ano passado, quando estive em NY, vi uma festa inteira do tema, mas achei cedo demais para comprá-la. Mas, de última hora, surgiu o convite para viajar a trabalho para NY e daí lá fui eu garantir os balões de Elmos, que deram toda graça à decoração, forminhas de cupcakes, guardanapos, pratinhos e vela. A lojinha muquifo chama-se Toy Zone e fica na 111 East, 86th Street, Manhattan.
Os Cupcakes da Cris ganharam bandeirinha com o rosto do Elmo, que encomendei em uma loja da minha cidade. Foi só pegar a imagem na internet e pedir para imprimir. Na mesa ainda ficaram brigadeiros e docinhos diversos, um tabuleiro de cachorro quente, salgadinhos e uma suqueira com suco de uva, para as crianças terem acesso facilmente.
Eu já estava feliz com os balões, mas aí uma amiga recebeu o convite da festa e ofereceu sua coleção Vila Sesamo. De brinde, recebi uma sacola com quase todos os personagens - incluindo dois Elmos. Um deles ficou ao lado do bolo e do aquário da Dorothy, o peixe amigo do Elmo e amigo da Lola.
Eu estava tranquila, mesmo com a festa comprada praticamente pronta. Ano passado, com a Festa baiana da Lorena, gastei quase toda minha criatividade. Mas a previsão do tempo me obrigou a colocar o Tico e o Teco para trabalharem.
Como Lorena faz aniversário no verão, sempre tive a piscina de casa a meu favor - mesmo ela sendo pequena. Mas a previsão de chuva "manhã, tarde e noite", fez com que eu transferisse a festa para dentro de casa e tirasse tudo do quintal. Aluguei uma cama elástica e a instalei na garagem e criei uma mesa de atividades, a Fábrica de Elmo, com desenhos e mini-pompons de Elmo - que, na versão grande, poderiam substituir os balões gringos.
Na papelaria, comprei giz de cera, lápis de cor, tinta de dedo, cartolina (que na minha época era tão mais grossa!), tesouras, papel de seda e outros acessórios.
A lembrancinha foi básica, sacolinha de tranqueiras, feita com saco de pão carimbados com o apelido da Lorena e um adesivo de Elmo, que também encomendei em uma gráfica. Ano passado, fizemos até cordel, mas, vamos combinar, o que as crianças gostam é aquele kit que todo dentista acha péssimo: gominha, chiclete, balas etc.
No lavabo, mais um Elmo e, sob o banquinho com papel higiênico extra, as pantufas da Lorena, que alguns crianças provaram.
A previsão, por sorte, estava errada. Não choveu, não deu para entrar na piscina - a única corajosa de sague nórdico durou nem cinco minutos na água. Mas as crianças se esbaldaram. Todos sobreviveram e se divertiram. E Lola ficou super feliz com sua festa do Papapá.