30 de ago de 2012

Torta de limão espetaculosa da Lú

Com a Anita ainda pequenininha, não tenho saído muito de casa. Mas dia desses, fui à casa da minha irmã Mari para encontrar alguns amigos. Anita se comportou muito bem e eu dei muita sorte ao ser apresentada à torta de limão da Lú, cunhada da Mari. A torta de limão da Lú é conhecida na família. É crocante, azedinha e doce na medida certa. Linda, charmosa, espetaculosa e todos os adjetivos que você imaginar. Eu ainda não fiz a receita, mas farei assim que as crianças me derem uma folguinha.

Torta de limão espetaculosa da Lú
O que usar:
- 2 caixinhas de creme de leite (tem de ser a caixinha, pois não tem soro);
- 2 latas de leite condensado;
- 1 lata de suco de limão (aproximadamente 8 limões);
- 1 xíc. (150 ml) de água quente;
- 1 envelope de gelatina sem sabor;
- 400 g de bolacha maizena;
- 100 g de margarina;
- 4 claras;
- 8 col. (sopa) de açúcar;

Como fazer:
Massa
No liquidificador, triture a bolacha até que vire uma farofa. Derreta a margarina e misture-a com a farofa. Forre a assadeira de fundo falso (25 a 30 cm de diâmetro) com a massa e coloque em forno médio para dar uma leve assada por cerca de 15 minutos. Deixe esfriar.

Recheio
No liquidificador, bata o creme de leite, leite condensado e o suco do limão. Dissolva a gelatina em 1 xícara de água fervente. Junte a gelatina com os demais ingredientes no liquidificador até ficar uma mistura homogênea. Depois, despeje o creme sobre a massa e deixe gelar por cerca de 3 horas.

Suspiro
Bata as claras na batedeira até elas ficarem no ponto de neve. Acrescente o açúcar e bata por mais alguns minutos. Coloque o suspiro em um saquinho de confeiteiro (ou em um saquinho comum, com a ponta cortada) e decore a torta. Por cima, polvilhe com casquinhas de limão. Deixe gelar por uma hora antes de servir.

23 de ago de 2012

Festa do Mickey do Vítor

Escrevi sobre a festa do dragão aqui e agora é a vez de mostrar a festa que deu origem a ela, a festa do Mickey. Não parece, mas tudo da festa foi confeccionado pela mãe do Vítor, a Liva, que é médica. 
Para a festa de 1 ano do seu filho, Liva não queria aquelas festas de isopor, compradas prontas. Então, na internet, começou a pesquisar ideias. Nesta busca, virou fã de dois sites: o Hostess with the Mostess e Kara's Party Ideas. O mais bacana é que o primeiro site acabou publicando a festa do Mickey e o segundo, em breve, publicará a festa do dragão.
Acima, os detalhes de alguns docinhos que serviram para decorar a mesa. A roupinha do Mickey, com seus botões, foi uma das referências mais usadas - e mais fofas.
Na mesa de guloseimas, a plaquinha indicativa tinha os mesmos botões e a mesma fonte da assinatura de Walt Disney. Capricho é pouco.

19 de ago de 2012

Amorino e o charme do sorvete francês

Qual é o melhor sorvete do mundo? A resposta para a maioria é "o italiano". E confesso que concordo. Eu, há alguns anos, inclusive, já provei o melhor sorvete italiano do mundo, o post antigo do Frango com Banana não me deixa mentir. Mas andando por Paris - e tentando se esconder do vento gelado - fiquei fascinada pela vitrine do Amorino, que pode ser classificada como a melhor sorveteria italiana Made in France.
A sorveteria fica em frente ao Centre Pompidou, o que torna o passeio ainda mais bacana. Quando estivemos em Paris, fomos ao Pompidou ver a mostra sobre Matisse (maravilhosa!) e, na saída, fizemos um pit stop na Amorino. A vitrine é de deixar qualquer pessoa decidida em dúvida, mas a atendente ajuda: "Pode escolher quantos sabores você quiser".
Isso mesmo. Eu, na minha fase grávida-louca-por-doces, escolhi todos os chocolates, que somam uns seis ou sete. De quebra, ainda pedi um de limão. O sorvete é delicioso, mas, se não estiver com vontade, mesmo assim entre na sorveteria para ver a destreza com que as atendentes montam as pétalas de sorvete na casquinha. Sorvete bom na Itália tem, mas com uma apresentação charmosa assim tinha de ser na França.
No site estão listados todos os endereços da Amorino, ao todo são 47 lojas na França. Mas há sorveterias também na Itália, Bélgica, Espanha, Portugal, Inglaterra, Alemanha e Nova York! Recomendo.

8 de ago de 2012

Lembrancinha da Anita

Eu sempre acho que tenho ideias geniais, mas daí o tempo joga na minha cara que, não, a ideia não é minha, é de outra pessoa. É aquela história do nada se cria tudo se copia, né? E, posso falar, nem ligo. Amo copiar boas ideias. E a lembrancinha da maternidade da Anita surgiu assim. 
Anita ia nascer no inverno, daí me lembrei de uma caneca com roupinha de crochê de uma pauta que havia feito para a Casa e Comida ano passado, daí uma amiga postou no Facebook a mesma ideia e, daí, eu me achando genial, juntei lé com cré. Fui contar toda pimpona para a minha irmã e ela disse: Foi a lembrancinha do filho da Lú. Foi! E você acha que eu liguei? Imagina, até mandei email para a Lú pedindo dicas. Copio a ideia, mas também dou crédito. =)
O primeiro passo foi comprar as canecas. Os preços das lojas eram um pouco inviáveis, mas daí, pesquisando na internet, descobri algumas empresas que vendem para pessoa física. Bingo. As canecas da Anita são da Alfa Porcelanas, um dos melhores preços que achei e a Luciana, que me atendeu, foi super atenciosa e ágil.
Primeiro passo dado, fui procurar alguém prendada para fazer as roupinhas. Não sei nem diferencias crochê de tricô, mas contato é tudo nesta vida e a dona Zélia, sogra da minha irmã Mari, prendada, é super plus prendada e fez todas as roupinhas, que ganharam um sachê de chá de feltro com o nome da Anita. Outra grande ideia "inspirada" em fotos da internet.
Finalizei as lembrancinhas com um saquinho simples e fita idem. Dentro da caneca, um sachê de chá de maçã com canela (sem a embalagem), para a caneca ficar cheirosa, e um Santo Expedito, a quem sempre digo muito obrigada e serei grata para o resto de minha vida.

* Outro bom custo x benefício para quem está procurando canecas para lembrancinha é a Sam Master.

6 de ago de 2012

Creme de mandioquinha com couve

Mandioquinha tem gosto de comida de mãe, de colo, de infância. Dia desses, elas estavam tão bonitas na banca que não resisti, voltei para casa com uma sacola cheia delas. Como o dia estava frio, em vez de purê, que sempre faço e adoro, fiz um creme e acrescentei a couve por conta. Ficou deliciosa.

Creme de mandioquinha com couve
O que usar:
- 6 mandioquinhas/batata baroa, mais ou menos;
- 1 cebola;
- 2 dentes de alho;
- azeite;
- sal e pimenta do reino a gosto;
- couve picada;
- bacon (opcional);
- parmesão para servir;

Como fazer:
Na panela de pressão, refoguei a cebola e o alho em um fio de azeite. Acrescentei a mandioquinha picada grosseiramente. Cobri tudo com água e coloquei na pressão até a mandioquinha desmanchar. Temperei. No mixer, bati  tudo. Acrescentei a couve e deixei-a murchar em fogo baixo. Depois, bati novamente grosseiramente. Se quiser acrescentar o bacon, você pode refogar a couve no bacon e, depois, juntá-la ao creme.

1 de ago de 2012

Chá de cozinha da Lívia

Pausa nas festas de crianças e nas lembrancinhas de maternidade. Vamos voltar para um estágio anterior, o chá de cozinha. A festa colorida aí das fotos é do chá que a Fafá, minha irmã, juntamente com a Lelê, a irmã da novia, fizeram para a Lívia, que irá se casar em setembro. A Lívia é amiga de infância da minha irmã mais nova, cresceu lá em casa e virou agregada da família há anos. No último final de semana, a Fafá e a Lelê montaram a festa na casa da minha mãe para a Li. A festinha foi super charmosa.
As cores da decoração surgiram da embalagem da paçoquinha Amor. Vermelho e amarelo mais o pink. Combinação, confesso, que, a princípio, achei estranha, mas que ficou bem alegre e descolada. As toalhas de corações rosa combinavam com os tons das coberturas e das forminhas dos Cupcakes da Cris, minha amiga, dona da receita de maior sucesso do blog, o bolo de chocolate fofinho.


Os cups ganharam plaquinhas com o nome da Lívia, assim como as águas e os canudinhos da caipirinha. Na mesa, muita paçoquinha - que sobrou até! -, doces e um mega bolo bem-casado. Para decorar, a Fafá comprou na 25 de Março colheres de pau, baldinhos e panelinhas nas cores da decoração. E gominhas em formato de coração, a guloseima que Lola mais gostou.
Da Tok&Stok vieram os guardanapos e os aventais, usados pela bartender e pela noivinha. Na loja também tem luva, sacola, guardanapo de pano, copos e louças com o mesmo tema. 
A Lelê imprimiu em casa bolas com as letras que formavam o Just Married, que foi colocado na parede com uma fita. No teto, os famosos pompons, que preenchem qualquer ambiente e dão um up na decoração. No aparador da entrada (e da saída), mais paçoquinhas para os convidados encherem o bolso, e a lembrancinha, um home spray personalizado. Bem bacana e útil.