16 de set de 2013

NY: Roosevelt Island e seu bondinho

Viajar com crianças é descobrir atrativos onde muito adulto não vê nada. E, nas nossas últimas férias, depois de pesquisar passeios para se fazer em Manhattan, assim que li sobre o The Tram o coloquei na minha lista de prioridades. Não que tenha me lembrado de uma das cenas de lutas do filme Homem-Aranha, em que o super herói tenta salvar os passageiros de um bondinho pendurado sobre uma ponte, confesso que nunca vi nenhum Homem-Aranha.. Mas um passeio de bondinho para outra ilha, por US$ 4 e, de brinde, uma vista de Manhattan? Eu quero!
A estação do bondinho fica entre a 2nd Avenue com a 59th Street. De um dos parquinhos do Central Park fomos a pé até lá. E, ao chegar, já percebemos que o trem é atração para poucos turistas e meio de transporte para a maioria dos passageiros. Ele liga Manhattan a Roosevelt Island, uma ilha residencial, com cerca de 10 mil habitantes, e muitos destes moradores usam o bondinho diariamente.
O bondinho, que entrou em funcionamento em 1976, é super bem conservado e nele cabem 125 pessoas. São cerca de 115 viagens por dia, praticamente um funcionamento ininterrupto. O trajeto dura apenas 4 minutos, mas é muito gostoso, do bondinho, ir abandonando o caos e o trânsito de Manhattan e chegar à pacata ilha residencial.
E o que tem para fazer na ilha? Nada muito especial, não que isso seja motivo de descarte do passeio. Nós pegamos o Red Bus, que dá uma volta pela ilha, e paramos na capela, que data de 1888. Visitamos a igreja e, ao usar o banheiro do porão, nos deparamos com uma aula de sapateado para crianças. Assistimos a aula por um tempinho, andamos até a estação do bondinho e voltamos para Manhattan - felizes. Próximo à estação tem um (onipresente) Starbucks; na ilha, pouquíssimo comércio. 
Acima, Lola na Roosevelt Island com a vista de Manhattan ao fundo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário