16 de mai de 2012

Qual é o livro da sua infância?

Aquele papo furado do Saia Justa rendeu uma ótima conversa dia desses em casa. Na roda, eles começaram a discutir o livro que marcou a infância de cada um. E eu, do outro lado, comecei a relembrar com o marido os livros que mais amávamos quando éramos pequenos. Na hora, me deu um insight e me lembrei do Maneco Caneco Chapéu de Funil, de Luís Camargo, lançado em 1979, um ano depois que eu nasci.

Com o computador do lado, na hora o localizei na Livraria Cultura. O curioso é que anos antes eu já havia procurado o livro sem sucesso. Desta vez, encontrei também o preferido do marido, Vaca Voadora, que se encaixa mais na categoria infanto-juvenil.
A nossa vontade era resgatar as boas recordações e ler os livros para a nossa filha, claro. E também ver se, uma geração depois, ele ainda continuava encantador. Quando o meu Maneco Caneco chegou eu não acreditei, que nostalgia! O livro conta a história de uma escumadeira que morava em uma cozinha onde nunca se cozinhava nada, "nem um nadinha de nada", e que cansou de não fazer nada e foi embora. Até encontrar a concha, a caneca, a pá e a vassoura, o cabide e se transformar no tal do Maneco Caneco. História bem simples e deliciosa. Lorena amou e eu mais ainda.
O melhor é que lá no livro está uma música que, por esses anos todos, eu continuei cantando, inconscientemente. Quando leu o livro, o marido morreu de rir de ver que a música era do livro. =)

* Nos comentários, aceito recomendações nostálgicas de livros infantis. E aí, qual foi o livro da sua infância?

43 comentários:

  1. Aiiii eu também amo esse livro!! E agora a musiquinha não sai da minha cabeça kkkk bjo adorei esse post cheio de nostalgia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O meu chapéuuuu é um funil..." hahaha Amei.

      Excluir
  2. Lembro do primeiro livro que retirei na biblioteca da escola foi "É proibido miar", do Pedro Bandeira. MEU DEUS QUE HISTÓRIA TRISTE! Li e chorei, chorei, chorei e fui devolver o livro chorando. Mas me marcou.

    O meu favorito era "Uma Ideia Maluca", de Cecília Vasconcellos Braga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, será que alguém ainda vai à biblioteca?? Jesuis! Meu, fui ler sobre o seu livro e achei: "Manu tem uma Idéia Para Recuperar a Atencão dos Pais Centrada no Irmão Menor". OMG! Você é a irmã mais velha? Será que Lola vai sofrer assim também? Será que vou ter de comprar para ela o seu livro preferido?? hahahaaha Bjs!

      Excluir
    2. Re, eu não duvido nada que tenham me dado esse livro quando minha irmã nasceu. Fui filha única por quatro anos e meio, fiquei um demônio com a chegada da mais nova. Mas a Lola é novinha, vai adorar a boneca nova! Hahahaha!
      Beijos

      Excluir
  3. Re, adorei o post! Eu amava um livro chamado No reino perdido do Beleléu, de um menino bagunceiro que perdia tudo e tudo ia para o Beleléu. Até que um dia... ele se perdeu e foi parar no Beleléu! Rs... Tem uma página do livro que é meio 'Onde está Wally' (outro livro que eu a-ma-va!)e tem um monte de coisa que o personagem perdeu ao longo da história. Super legal! Mas tbém está para infanto-juvenil, acredito.
    Nossa, lembro de outros que eu adorava tbem... Fábulas de Esopo, Marcelo Marmelo Martelo, Flicts. Vou tentar lembrar de mais :) Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb adorei relembrar do livro!! Adorei a história do Beleléu!! É a cara do Flávio - mesmo ele sendo hoje adulto. ahhahaha

      Eu tb amava Wally, Menino Maluquinho, Flicts e os outros do Ziraldo, mas este Maneco Caneco não era maisntream, sabe? rs Por isso gostei tanto de ter me lembrado dele e dele ainda existir.

      Ah, o seu livro ainda está à venda: http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3419313

      Bjs!

      Excluir
  4. eu não tenho um livro, mas um estorinha de um um livro de uma coleção que eu tinha (ufa!).
    a coleção era "o mundo da criança", e no primeiro volume tinha "a casa que pedro fez". como eu não sabia ler qdo ganhei a tal coleção, decorei a estorinha toda e recitava pra todo mundo - meu pai tinha um restaurante, então imagina a plateia...rsrs
    outro dia, não me lembro como, descobri que uma blogueira tinha a coleção, e ela escaneou e me mandou a estorinha p/ eu ler p/ o theo, mas ele não deu muita moral, não :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fá, sua história é ótima, que bacana ter reencontrado a sua história, mas que pena que o Theo nem ligou! O final não foi feliz.. hehe
      Ainda mais você, acostumada com plateia.. hahahaha
      Mas não desista! rs
      Beijos!

      Excluir
  5. A musiquinha me acompanha há 28 anos, sempre aparece hahahaha!
    Vou comprar um pra mim tb e guardar =)
    Bjo, Fá Gallo

    ResponderExcluir
  6. Olá Rê... eu sempre adorei livros, amava ir na casa da minha tia que era professora e tinha uma estante lotada de contos,fábulas e estórias infantis...Os meus preferidos eram uma coleção de histórias clássicas com fotos de bonequinhos feitos artesanalmente com tanto capricho que eu ficava encantada com as figuras...rsrsrs quando estava mais grandinha amei " O pequeno príncipe" que além de servir de livro de cabeceira de miss é um clássico que nunca perde o encanto....

    ResponderExcluir
  7. É verdade, Cintia! O Pequeno Príncipe nunca esteve na minha biblioteca top 10, mas sei do seu valor. =)

    Aqui em casa tem muito livro infantil. Tem prateleira no quarto da Lola, em cima da mesinha dela, no armário da sala de TV; E ela adora. Adora enfileirar as bonecas e "ler" os livros para elas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. CARLA NARDI17/05/2012 07:27

    Oiii,RÊ eu sou sua seguidora desde o frango com banana, e eu estou aqui hj só p falar que eu adoro o cantandode gallo !!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu adorava o "Menino do Dedo Verde" e também o "Marcelo marmelo martelo".
    bjs,

    Maria Tais
    maesefesteiras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, tb tinha lá em casa esses 2 livros. Acho que o Menino do Dedo Verde é um clássico, não? Bjs!

      Excluir
  10. Oi !!! Eu sou a Thaís, prima da Fran! eu amava ler :"LUCIA JÁ VOU INDO", na biblioteca municipal (velhos tempos) ...amo seu blog! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaís!!!! O nome do seu livro preferido me soou muito familiar, daí joguei no Google e amei!! Também tinha e amava este livro e morria de dó da Lúcia!!!

      O livro ainda existe: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=2941151&sid=14315616314422753586938753
      Adivinha? Vou comprar! Bjs!

      Excluir
  11. "Rita, não grita" e "Flicts"! Amava!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca vi este da Rita, mas o título é otemo!! =)

      Excluir
  12. nossa, tinha um no lavabo la de casa que eu sempre lia quando passava um tempinho la (hehehe). mas sabe, nao me lembro o nome exato e nao consigo achar no google. era sobre um menino que crescia um pinheiro e ficava com pena de corta-lo no natal, entao eles fazem a festa de natal no quintal. algo como "a arvore de natal do tino", nao lembro bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vc lia o livro de Natal o ano inteiro? rs
      Eu tb deixo livro o lavabo.. =)
      Bjs!

      Excluir
  13. Renata, td bem? Vc sempre me alegra com seus posts. Como escreves bem! Adoro!
    Meus livros são Poliana - de Eleonor Porter, e Jeca Tatu, do Monteiro Lobato. Até hoje eles permeiam o meu imaginário. ;)
    Da primeira infância, guardo na memória um livro super bacaninha. Lembro das cores e figuras, mas não consigo recordar o nome. Recordo-me de ir várias vezes à biblioteca pegá-lo, qse o ano inteiro (rsrs). Se ia, e não estava emprestado, pegava novamente! kaka Acho que criei uma relação afetiva com a personagem do livro, que era uma menina que perguntava o porquê de tudo!!! Tudo era por que?! rsrs E o livro, lembro, explicava boa parte das minhas dúvidas da infância (p q o céu é azul?, o que acontece qdo as pessoas morrem?, etc etc kakaka)
    De momento, só me recordo deste. Acho que eu via muito a Xuxa! hehehehe
    beijos, Shirlei Martins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Shirlei... Sabe que até hoje eu me lembro da Poliana, tem hora que é preciso, né?? Adorei ler seu comentário, relembrar as bibliotecas por onde passei. Será que nossos filhos terão isso? Difícil! Bjs e bom feriado.

      Excluir
  14. Amava esse livro tb!!!! Morri de nostalgia lendo seu texto! Tb adorava "A bonequinha preta" " Se, será Serafina" Lila e Sibila e toda a coleção da Mary França e Eliardo França!

    ResponderExcluir