7 de nov de 2012

Rio: Zazá Bistrô

Faz alguns pares de anos que, de táxi, passei em frente ao Zazá Bistrô. Ao ver aquela casa de esquina em Ipanema, com uma varanda bem gostosa cheia de almofadas coloridas, me deu uma vontade de pedir para parar. Mas estava no Rio a trabalho e uma pauta me esperava. Acabei anotando Zazá Bistrô no meu bloquinho - e na minha cabeça. Mês passado, quando estive no Rio a passeio com a família, logo coloquei o Zazá na minha lista. Ainda mais depois que vi no site o cardápio, que faz a linha natureba com boas opções thai. O chef Pablo Vidal, também li, foi eleito revelação algumas vezes.
Enfim, fiz uma reserva para o almoço de sexta-feira, afinal, sou uma mãe de família com noção e sei que chegar a um restaurante no horário de pico com uma criança serelepe e um bebê no carrinho pode ser um problema. Na sexta, inclusive, rola um menu fechado com entrada-pratoprincipal-sobremesa a R$ 39,90. Ótima oportunidade.
Mas foi abrir o cardápio e ler "camarão thai" para esquecer o bom negócio do menu executivo. Camarão com pedaços de abacaxi, abobrinha, coentro, cogumelos ao molho de curry vermelho picante servido com arroz de cardamomo. Esta seria minha estreia no Rio. Se eu gosto de coentro? Não muito, mas não seria eu que iria dizer ao chef de boa reputação mudar o prato que ele criou. Não me arrependi, estava divino, com gosto suave de coentro e um picante delícia. O marido foi de namorado grelhado com banana da terra, pupunha e aspargos - e também ficou bem feliz.
Paulista que sou, vou dizer que o atendimento é simpático, mas não dos mais eficientes. O garçom não sabia do menu executivo, que eu sabia, não sabia explicar os adesivos colados no menu (2 pratos a R$ 55), a reserva era para 12h30, mas o restaurante só abriu uns 15 minutos depois porque "tinha um funcionário que ainda estava almoçando". Enfim, estava de turista e saí de lá bem feliz e satisfeita, ainda mais depois de provar o devil's cake, um bolinho de chocolate rústico acompanhado de sorbet de limão siciliano. Saí de lá tão feliz e satisfeita que fiz até um pitstop no banheiro (que tem música bem alta, espelhão e frases e quadros diversos na parede) para um auto-retrato com a Anita. Fala aí, quem tira foto de óculos de sol no banheiro do restaurante é uma pessoa feliz, não?
* O restaurante estava bem vazio, mas sempre é bom fazer reserva pelo site. No andar superior do casarão há um ambiente incrível, com tapete felpudo, mesas baixas e muitas almofadas espalhadas. Pode ser perfeito para uma reunião com os amigos ou... um espaço kids para as crianças!

Um comentário: