6 de mar de 2011

Motorista e cobrador

"Chegou a Turma do Funil!
Todo mundo bebe, mas ninguém dorme no ponto.
HA-HA-HA-HA. Mas ninguém dorme no ponto.
Nós é que bebemos e eles que ficam tontos "

Por muitos anos eu cantei essa música até ficar rouca (muda, na verdade). A minha turma sempre fez fantasia, passávamos semanas confeccionando, pintando, costurando - e bebendo. O marido, por sua vez, fazia cabeções de espuma que eram um sucesso no salão.

Este ano, animados com a Banda do Bonde, que percorre as ruas da cidade com um bonde vermelho e uma banda de metais tocando marchinhas, a minha casa virou um mini-barracão de escola de samba. Em uma semana, o marido e tio Felipe fizeram um cabeção de papietagem, técnica que usa papel e cola branca. Olha o passa-a-passo que bacana.
Primeiro de tudo é preciso fazer a estrutura do cabeção com arame. É tudo no olho mesmo. Eles imaginaram o pescoço, o queixo, a cabeça, o boné e foram fazendo círculos de arames e "amarrando" uns aos outros. Depois veio o nariz.
Com um monte de jornal picado (matérias de muitos ex-colegas. Valeu, gente!) e cola branca, fomos cobrindo a estrutura de ferro. Confesso, parece que não vai dar certo, mas dá! Colamos jornal por dentro, por fora, por cima, lambuzamos de cola...
Quando a cola secou, o cabeção já estava bem estruturado. Daí demos uma demão de esmalte fosco branco para esconder o jornal.
Ó que beleza! O cabeção estava pronto para o marido e o tio Felipe soltarem a criatividade. Como vamos atrás do bonde, a ideia foi fazer o motorista do bonde. Aqui em Tatuí quem dirige o bonde é um dos seus idealizadores, o cenógrafo Jaime Pinheiro. Outro fundador do bonde, o Lagartixa, comanda a banda.
Com o desenho riscado, pintamos de cor da pele o nosso motorista de bonde com o cuidado de deixar o fundo do olho branco. O cabelo preto e o chapéu marrom. Sobrancelha, boca. Com canetinha contornamos os olhos e fizemos a orelha. Para dar charme extra, fizemos de papelão os óculos. Cada um com seu estilo, claro. Por último, os furinhos no pescoço para eles enxergarem a avenida!
E cá estão. O motorista e o cobrador do Bonde. Agora deixa eu preparar meu saquinho de confete que, se eu perder esse bonde, que sai agora às 16 horas, só amanhã de manhã. Fui!

Um comentário: