5 de jul de 2011

Olsen

Na minha última visita a Buenos Aires, na minha listinha de "tenho que conhecer" estava o o restaurante Olsen. Já tinha lido boas críticas a respeito, sobre como o lugar era agradável e como a comida, de influência nórdica, era gostosa. Caminhando por Palermo Hollywood passamos por acaso em frente ao restaurante e, logo de cara, comprovamos o quão o Olsen é gostoso. Ao passar pela porta toda de ripa de madeira, vimos algumas pessoas sentadas no jardim, comendo e bebendo sob o sol. Voltamos para lá no mesmo dia, mas para jantar.
O Olsen não impressiona só quem gosta de boa comida, mas quem gosta de arquitetura e design. Das poltronas no deck, à lareira do salão principal, que tem pé direito altíssimo, passando pelo "pino" de madeira onde são servidos os bagels, o saleiro e pimenteiro, tudo é lindo e criativo. Assim como o Bar 6, o salão é um amplo galpão, sofisticado e aconchegante, música gostosa, garçons jovens e moderninhos.
Como um bom restaurante escandinavo, o que não poderia faltar é vodca. São dezenas de opções, algumas delas servidas com o típico smorrebrod, prato frio dinamarquês feitos com uma fatia de pão de forma escuro coberto com diversos tipos de recheios, como salada, frango, atum, pasta de fígado, rodelas de tomate ou carne, como me explicou o Google.
No cardápio, ainda tem vários sanduíches e pratos de responsa. Opções de peixes, a maioria defumados, e carnes fortes. Eu quis me arriscar no pescoço de porco com geléia de frutas vermelhas e purê de batata e adorei, mas também fiquei tentada pelo prato do marido, um cordeiro com batata assada que estava desmanchando. Em vez de vodca, escolhemos um vinho. Foi uma noite super agradável, saímos felizes e esperando uma próxima oportunidade para voltar. Me aguarde, Olsen!
* Aos domingos, o restaurante tem um brunch super concorrido. É melhor fazer reserva. End.: Rua Gorriti, 5.870, Palermo Hollywood. Tel.: 54 11 4776-7677.

2 comentários: