1 de abr de 2011

Pão de mel Munik



Nos meus tempos de foca, logo que entrei no Estadão, fui encarregada de fazer o caderno da zona norte, encarte já extinto, que falava sobre as coisas boas da região. Era um tal de perfil de velhinhos, de matérias sobre a Cantareira e o Horto e também sobre as empresas da ZN. Apesar de fazer algumas matérias bem malas, tenho saudade dessa época e agradeço por ter tido a oportunidade de conhecer umas das regiões de Sampa que ainda tem cara de interior.

Foi em uma dessas pautas que conheci os chocolates Munik, mais precisamente na sala da diretoria, quando me foi servida uma bandeja de pão de mel. Jesuis! Naquele minuto descobri o melhor pão de mel do mundo. Achei que estava gostoso porque estava fresquinho, mas não, eles são mesmo suculentos, macios e com recheio que parece que vai pingar de tão úmido.

Toda essa história para boi dormir sobre a ZN já tem mais de 10 anos. Muitos dos velhinhos que entrevistei já devem ter partido da ZN (e da Terra), mas, desde então, eu procuro os pães de mel Munik pela cidade. "Antigamente" só havia loja na ZN, no West Plaza e no Shopping Ibirapuera, mas acabo de ver no site que agora há muitos outros endereços.

Esse aí da foto eu ganhei da minha amiga Ká. Eu mesma apresentei essa maravilha para ela, a viciei, e agora ela me retribuiu. Um pão de mel desses - ou uma caixa deles - deixa qualquer um sorrindo de orelha a orelha.

* Eu nunca provei outro produto da Munik. Todo meu amor é do pão de mel ao leite e de mais ninguém. Mas também tem ovos de Páscoa.

5 comentários:

  1. Os bolos deles também são uma maravilha e os ovos de páscoa também. Eles tem uma segunda marca que chama Kakaobonne que não é nem de longe tão boa quanto a Munik. Bom demais, morro de saudades dos pãezinhos. Beijos

    ResponderExcluir
  2. A história dos chocolates Munik tem com certeza mais de 30 anos, começando com uma lojinha na frente da fábrica artezanal, onde podíamos acompanhar todo o processo de fabricação. Toda a nossa família é fã incondicional de todos os chocolates da marca. Experimenta! E tenho certeza, os velhinhos que voce entrevistou devem ainda estar muito bem, andando no Horto Florestal
    e fazendo compras no comércio local. Um exemplo é minha mãe e suas amigas alemãs.
    Boa sorte no seu novo blog. Vou visitá-lo mais vezes!

    ResponderExcluir
  3. Ana Bondioli03/04/2011 08:36

    Certa vez, ganhei uma galinha de chocolate da Munik...não dei bola, pois preconceituosa que sou, achei que era chocolate vagabundo. Após alguns dias, sem ter outra guloseima a mão decidi experimentar....Divina! Além de lindinha!
    Procurei pra comprar e não achei!
    Vou fuçar nos endereços do site e este ano terei galinhas na páscoa!
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Beta, eu sou viciada nesses pães de mel. Vou no Shop. Ibirapuera só para comê-los! hehe

    Regina, que legal seu comentário. Eu morro de saudade da ZN e dos "meus" velhinhos. Acho a região muito interiorana.. E ainda tem o Horto, que é demais, a Cantareira... fiz mil pautas por aqueles lados. Bjão!

    Ana, preconceito mesmo. Eu cheguei na pauta da Munik super preconceituosa tb, talvez por isso tenha me surpreendido tanto! Tem no Shop. Ibirapuera, pq sempre compro lá... rs

    Bjão a todas.

    ResponderExcluir
  5. Alguém poderia me informar em que site consigo alguma receita de pão de mel igual ou parecido com a da Munik? Grata. Dalva

    ResponderExcluir